comunidade
cancelar
Mostrando resultados para 
Pesquisar então 
Você quer dizer: 

Base de conhecimento - Português

Ao desenvolver fluxos de trabalho, nossos usuários devem enviar os fluxos de trabalho para o Server ou o Agendador contendo conexões com bases de dados.  Essa é uma fonte comum de erros se a configuração não for realizada corretamente.   Exemplos de erros: Não foi possível traduzir o alias Nome da fonte de dados não encontrado e nenhum driver padrão especificado Erros de permissões Para configurar uma conexão a uma base de dados, vamos revisar como o Agendador e o Server funcionam.   Ao publicar ou agendar um fluxo de trabalho, sob qual usuário ele será executado e como posso configurar minhas conexões para acomodar isso?   Ao executar um fluxo de trabalho localmente no Alteryx Designer, ele é executado sob o usuário que está conectado naquele momento.  Ao agendar ou enviar esse fluxo de trabalho para o Server, ele será executado sob a conta do sistema local (não sob o usuário conectado).  Se configurar sua base de dados para utilizar a autenticação do Windows, você poderá obter erros, pois o fluxo de trabalho será executado essencialmente sob um usuário diferente no Server e, portanto, não poderá ser autenticado.    Para evitar isso, é possível solicitar que seu DBA autorize a base de dados na conta do sistema local ou definir "Executar como usuário" nas configurações de sistema do Alteryx.  Definir "Executar como usuário" permitirá que o fluxo de trabalho seja executado sob credenciais diferentes. Observe que executar como as credenciais é uma solução de tudo ou nada e, quando definida, todos os fluxos de trabalho serão executados sob o usuário especificado.  Leia mais sobre isso aqui e aqui.  Com versões mais recentes do Alteryx Server, o administrador do Server pode ativar uma configuração que permite aos usuários definirem a execução por fluxo de trabalho quando estiverem executando do Gallery.  Leia mais sobre essa opção aqui.    Como configuro meus drivers?    Para se conectar a uma base de dados no Alteryx, é necessário ter um driver compatível instalado.  Para encontrar o driver compatível com sua base de dados específica, acesse nossa página de especificações técnicas e clique na sua base de dados.  Observe que também será necessário ter uma versão compatível da base de dados.   O driver precisa ser instalado em seu computador local, bem como no servidor, e é necessário que seja o mesmo driver.  Por exemplo, se você se conecta ao SQL Server usando o SQL Server Native Client 11 em seu computador local, o servidor também deverá ter o SQL Server Native Client 11.  Observe também que, se o seu Server tiver vários operadores, cada um deles deverá ter o driver.   Como configuro minhas conexões?   Conexões DSN Existem duas maneiras de configurar uma cadeia de conexão no Alteryx.  A maneira mais simples e comum é criar uma que faça referência a um DSN.  Essa é a maneira "padrão" de se conectar no Alteryx.  Você sabe se a sua cadeia de caracteres faz referência a um DSN porque ela geralmente terá a palavra "DSN".    Por exemplo: "odbc: DSN=MYSQL_PROD_DB"   Para verificar sua cadeia de conexão, consulte a ferramenta Dados de entrada após se conectar a uma base de dados ou vá para Opções > Opções avançadas > Gerenciar conexões de dados para visualizar suas conexões salvas.   Se desejar utilizar uma conexão DSN no Server ou no Agendador, é necessário certificar-se de que existe um DSN com exatamente o mesmo nome no servidor.    Além disso, é necessário ter cuidado ao configurar um DSN de usuário, a menos que você esteja usando a opção "Executar como" usuário.  As opções são configurar um DSN de usuário para todos os usuários, incluindo a conta Executar como, ou criar uma conexão DSN de sistema no Alteryx que funcione para todos os usuários.  Se você quiser criar uma conexão de sistema salva no Alteryx por meio da interface de gerenciamento de conexões de dados, é necessário executar o Alteryx como administrador para que a opção seja exibida.   Cadeias de conexão sem DSN   Se não desejar configurar DSNs, é possível escrever uma cadeia de conexão sem DSN.  Para isso, é preciso ter alguma proficiência com cadeias de conexão ou solicitar ajuda ao seu DBA.  Uma ótima referência para escrever as cadeias é connectionstrings.com.  Ao escrever essas cadeias de caracteres, a única diferença entre o que o site mostra e a configuração no Alteryx é a necessidade de adicionar odbc:(odbc) ou odb: (oledb) no início da cadeia.   Abaixo está uma amostra de cadeia de conexão sem DSN para o SQL Server (supondo que você esteja utilizando o driver do SQL Server Native Client 11). Exemplo de segurança padrão odbc: Driver={SQL Server Native Client 11.0};Server=meuEndereçodoServer; Database=minhaBasedeDados;Uid=meuNomedeUsuário;Pwd=minhaSenha; Exemplo de conexão confiável odbc: Driver={SQL Server Native Client 11.0};Server=mmeuEndereçodoServer; Database=minhaBasedeDados;Trusted_Connection=yes;   E as conexões de dados do Gallery compartilhadas com usuários?   Em geral, se você puder escrever uma cadeia sem DSN, essa é a abordagem mais fácil para conexões de dados do Gallery, já que ao compartilhá-las com os usuários, eles somente precisarão ter o driver correto instalado (nenhum DSN precisa ser configurado).  Se você utilizar uma conexão do Gallery que faça referência a um DSN, certifique-se de comunicar aos seus usuários que eles precisam configurar um DSN com o mesmo nome.    Também não se esqueça de compartilhar a conexão de dados do Gallery com o "Executar como usuário" no Server, caso esteja utilizando a autenticação do Windows para a base de dados.   Por último, verifique se os computadores servidores estão "conectados" ao Gallery, para que possam receber as conexões compartilhadas.
Ver artigo completo